Pages

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Rosa Part. 2

O presente das minhas manhãs
O bom dia mais caloroso
O desejo de ter a rosa na mão.
A rosa que nem a noite perde o esplendor e o brilho.

Minha querida rosa que guardo no coração
Essa rosa amiga que apoia
Que não esconde sua beleza.

Rosa que causa inveja nas flores
Rosa que todos amam
E, não vivem sem.
Minha linda rosa Jasmim.

Para Naiara. Minha jasmim <3

Brigadeiro

Qual o sabor do brigadeiro?
Para mim é o sabor da alegria e do desejo.
O sabor do sorriso e do amor.
O que seria de mim sem o brigadeiro?

Brigadeiro com cheirinho de bagunça
e gostinho de divertimento ao dividi-lo.
Triste é o fim do brigadeiro e o
Desejo de ter mais.

O mais cremoso é o que mais
Da vontade de comer sozinho.
Mas a melhor sensação é
Fazer as melhores
Sentirem um forte desejo de comer brigadeiro.
A melhor invenção do mundo
é meu querido brigadeiro.

PARA A CRYS! BEIJO LINDA ;)

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Porquês

Eu apenas estava pensando em quanto tempo eu perco tentando entender o porquê de tantos porquês, mas apenas uma solução posso encontrar.
Sua curiosidade é um dom. Um dom de me fazer ir além do que eu posso entender.
Seus sorriso de depois de conseguir o que quer é o que mais me alegra e me faz querer mais porquês..
O dom dado com prazer mostra o verdadeiro sentimento vinculado aos porquês.
Agora eu sei e entendo os porquês da vida, não apenas depois de vários porquês que vou viver em um mundo em branco em preto. Seus porquês trazem cor ao espírito frágil que jaz pela imensidão desse universo, e é apenas eles que formam o arco-íris destes dias deprimentes.


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Sou uma lágrima



Esta é a minha história:

Sem risos ou vitória.
Vivo num mundo distante...
Quase ninguém conhece...
Longe o bastante,
para que alguém me encontre.
Meu mundo é um oceano,
leve e solto,
que bate nas almas
bravo e revolto.
Só eu sei o dia que vou nascer.
Isso, ninguém consegue entender...
Minha vida já foi traçada:
será curta, apressada.
Pelo caminho serei torturada
e acabarei no infinito, no nada.
Ainda pequena deixarei meu mundo
que fica no infinito mais profundo
de um ser humano.
Terei de atravessar duas pontes:
a da saudade e a da solidão.
Entrarei no pântano da tristeza,
e, com o amor vou voar de balão.
Às vezes serei rebelde
e vou fazer doer o coração.
E, mais rápido que meu pensamento,
passarei pelo último obstáculo...
Há uma luz no firmamento.
Passei... Vejo, agora, um grande espetáculo.
Estou nas alturas,
que belas figuras...
Não! Por favor!
Não me aperte assim...
Uma imensa dor
toma conta de mim.
Não há mais nada a fazer.
Não posso controlar...
Está chegando o fim do meu viver,
estou numa montanha a rolar.
Não tenho asas para voar,
mas estou com o corpo a flutuar,
na imensidão do ar...
Estou caindo...
Vou me calar.
Indo...
Até parar.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012


Hoje eu entendo quais são meus verdadeiros amigos,
São apenas minhas memórias e meus pensamentos
O resto é apenas resto.
Esse sofrimento de ter o que não quero
E não ter o que quero
Faz esses meus amigos tudo o que eu tenho e quero
Saudade do tempo de criança no qual
Eu era apenas criança
Sem se preocupar quais eram meus verdadeiros amigos.

domingo, 25 de setembro de 2011

Carta de amor sem amor

Só você sabe me fazer feliz,
Então por que você me faz sofrer?
Se você não me quer fazer sofrer,
Por que continua comigo?
Se você quer me ver chorar,
Por que não faz isso de uma maneira mais sutil?
As pessoas não precisam saber
Que você não me ama.
Mas se ama por favor pare de fazer coisas horríveis comigo.

Matemática da Vida

Nascemos de dois humanos apaixonados.
Nos criamos ao redor de várias pessoas.
Juntamos-nos com outros, nos apaixonamos
E nos somamos às pessoas
E temos outras pessoas.
A matemática da vida é bem diferente de todas as outras.
Pois ela mostra o que realmente acontece no dia-a-dia
E só ela importa.